COMO GANHAR DINHEIRO LENDO EMAIL

Ganhe dinheiro lendo e-mails! Trabalhe lendo e-mails, anúncios e ganhe dinheiro na internet! Cadastre-se agora através do meu convite!
http://www.e-clicky.net/herculano

sexta-feira, 30 de abril de 2010

Você tem feito o bem?

Aquele, pois, que sabe fazer o bem e não o faz, comete pecado. (Tiago 4:17) Amados paz, você tem feito o bem? Tem ajudado as pessoas? Tem amado o próximo como a si mesmo? Temos nossas lutas e todas elas muito grande, mas não podemos deixar de fazer o bem, se não fizermos estamos pecando. Fazer o bem é levar uma palavra de conforto a quem precisa, falar de Jesus, ajudar financeiramente alguém que muito precisa. Deus coloca a nossa frente diversas situações diárias para podermos ajudar o próximo. Pessoas pedem dinheiro em semáforo, no trem, na rua, vendem alguma coisa, pedem algo para comer quando estamos lanchando, sabemos muitos que precisam de comida em sua casa. O que você faz nesta situação? Você ignora ou ajuda? Se ajuda tenha certeza que Deus de alguma forma te honrará. Se não ajuda a palavra diz que você está pecando. Muitos dão como desculpa que não vão ajudar porque não tem certeza do que a pessoa fará com o dinheiro. Está pecando por não ajudar e por julgar quem se quer conhece, não cabe a nós julgarmos o que farão com a ajuda, cabe a nós ajudarmos, se ele fizer algo errado com sua ajuda ele responderá diante de Deus e nós seremos abençoados. O mesmo acontece com a obra de Deus, muito julgam antes de se quer conhecer a fundo e não investem, estão pecando e deixando de receber grandes bênçãos em sua vida. Amoleça seu coração abençoe e seja abençoado por Deus. Toda ajuda é válida não só a financeira. Dagoberto Prata

domingo, 25 de abril de 2010

O MENINO REI QUE ACERTOU


E a todos os sacerdotes trouxe das cidades de Judá, e profanou os altos em que os sacerdotes incensavam, desde Geba até Berseba, e derribou os altos das portas, que estavam à entrada da porta de Josué, o chefe da cidade, e que estavam à mão esquerda daquele que entrava pela porta da cidade (2 Reis 23.8).
Aos oito anos, Josias foi coroado rei de Judá. Ele agiu como um homem temente a Deus e criou um reavivamento sem precedente em sua nação, tornando-se, assim, o exemplo de pessoa que o Senhor procura para ser Seu adorador. A oportunidade de fazermos algo para o Altíssimo é agora. Quem se compromete com o mundo não pode ser usado por Ele.
Apesar de Ezequias, avô do rei Josias, ter sido um grande homem de Deus, seu filho, Manassés, ao contrário, foi um grande servo do diabo, pois instituiu, promoveu e apoiou a idolatria em Canaã. Amom, o pai de Josias, reinou somente dois anos em Judá. Por fazer o que era mau aos olhos do Senhor, morreu muito jovem – com apenas 24 anos. O povo, então, coroou Josias como rei, apesar de este ter apenas oito anos. Logo, ele mostrou que tinha maturidade suficiente para ser o soberano de Judá, pois empreendeu uma verdadeira revolução de costumes, levando seu povo a se aliançar com o Altíssimo.
A leitura do livro da Lei impactou Josias, por isso, decidiu levar o povo de Israel a buscar o Senhor. Além disso, mandou desfazer o que os seus antecessores haviam feito de errado: os altares e demais imagens que incentivaram o culto a Baal. Não tardou para que um despertamento espiritual ocorresse em seu território. Ele, então, provou que uma pessoa bem-intencionada pode mudar toda uma nação.
Esse é o tipo de pessoa que agrada a Deus. Josias se pôs a buscar o Senhor, tomou decisões acertadas e, em pouco tempo, o culto ao demônio era apenas uma triste lembrança no meio dos israelitas. Hoje, Deus procura adoradores que O adorem em espírito e em verdade (João 4.23,24) – aqueles cujos corações estejam em Suas mãos e cumpram Sua Palavra.
O segredo é entender que a oportunidade de realizar algo para o Senhor é agora. O rei Josias não esperou que o povo compreendesse que a idolatria era errada, mas deu o exemplo, mandando destruir os utensílios que serviam de laço para o envolvimento maligno.
Ninguém deve esperar ouvir uma voz dos Céus ordenando fazer o que é correto. O que estiver escrito na Bíblia deve ser logo aceito e praticado. É assim que se agrada a Deus. Por outro lado, fazer pouco caso das advertências divinas, não se submeter ao Senhor e deixar-se levar pelas tentações roubam-nos a oportunidade de conhecer Aquele que é o Criador de todas as coisas, o Deus bom, puro, o qual pode sempre resolver os nossos problemas.
Em Cristo, com amor,
R. R. Soares

terça-feira, 20 de abril de 2010

Há sempre uma solução‏

Há sempre uma solução, há sempre algo de belo pelo qual vale a pena viver, haverá algo de mais belo do que a vida, mesmo que com os seus altos e baixos, mesmo que esta seja uma daquelas alturas em que vivemos um desses baixos, não há nada mais belo que a vida a nossa a das plantas a dos animais, já reparaste no belo que é ver crescer uma planta ou um animal, já reparaste na beleza do Sol em todo o seu esplendor, já reparaste na beleza de um dia de chuva, já reparaste na beleza que é encontrarmo-nos conosco quando estamos sós, já reparaste na beleza de uma música composta apenas de sete solitárias notas e que no seu conjunto podem formar melodias tão belas. Encara-te como uma nota de música e procura as outras notas de música que andam sózinhas por aí compõe a tua própria sinfonia Pede ajuda, tenta viver e vais ver que vais conseguir.Tudo na vida é transitório, quer a alegria quer a tristeza, levanta os braços, olha à tua volta e por favor vive, usufrui do pouco tempo que nos é dado, e vais ver que daqui a algum tempo vais voltar a sentir a alegria de estar vivo. Vive, vive,vive e vais agradecer a ti própria vais ver como és forte e vais conseguir ultrapassar as razões que te levam nesta altura a pensar dessa maneira. vou te deixar aqui uma frase latina muito conhecida que é "Carpe Diem" que traduzida significa mais ou menos vive o teu dia, e já agora mais uma frase de uma canção do Sérgio Godinho "hoje é o primeiro dia do resto da tua vida". Por favor vive e tenta descobrir o fabuloso milagre que é estar vivo. Texto de uma pessoa que pensava em suicídio, e conseguiu recuperar-se.

quinta-feira, 15 de abril de 2010

O que estão te falando?

Quando estamos em luta nos sentimos fragilizados, totalmente enfraquecidos e muitas vezes sem rumo, precisamos de palavras amigas, de conforto e carinho. Mas o inimigo tem usado pessoas de nosso convívio, amigos, colegas de trabalho e até membros de nossa família para dizerem palavras negativas e de desanimo. Então eu te pergunto: O que estão te falando? Estão te falando: desista, pois você não vai conseguir, você já perdeu parte para outra, você merece coisa melhor, sai dessa, ou seja lá o que for... Em nome de Jesus... Não aceite nada disso em sua vida. Não aceite estas setas malignas, quando lhe disserem coisas contrárias, repreenda em nome de Jesus, pois o Senhor hoje manda te falar... VOCÊ VAI VENCER SIM. Você terá a vitória que tanto deseja, basta você crer e lutar, lutar com garra e coragem, pois é assim que o Senhor quer que seja. Falar para desistir é fácil, não assume responsabilidade, se acovarda diante do inimigo, eu digo a você meu amado irmão e a você minha amada irmã, lute, pois você não está só, Jesus é contigo e eu também. Eu oro por você e estou a sua disposição para o que precisar e para quando precisar saiba disso e saiba também que estou lutando junto com você hoje e sempre. E sabe porque? Porque te amo em Cristo e quero sua felicidade, pois sua felicidade é a minha também, então por Deus não me decepcione, lute e juntos venceremos. Dagoberto Prata

sábado, 10 de abril de 2010

O SENHOR É FIEL

Mas fiel é o Senhor, que vos confortará e guardará do maligno (2 Ts 3.3).
Guarde em seu coração que o Senhor é fiel, pois sempre cumpre o que promete. Ainda que pareça impossível, quem confiar verá que Ele honra o que os Seus lábios prometeram. Além disso, Ele conforta os abatidos, levantando-os, cura os enfermos e liberta os oprimidos. Nunca aceite em seu coração que o inimigo poderá destruir sua família, seus bens e sua saúde, pois o Senhor, que é fiel, irá guardá-lo do maligno.
Lembre-se sempre desta qualidade do Senhor: fidelidade. Quando o maligno tentar destruí-lo ou minar sua confiança, fazendo-o desanimar e considerar que a luta está perdida, respire aliviado e confesse que o seu Deus é fiel.
O Todo-Poderoso sempre Se mostrou cumpridor de todas as Suas promessas. Deus havia prometido a Moisés que seria inimigo dos inimigos dele (Êxodo 23.22). A fidelidade divina com relação a Abraão, por exemplo, não foi diferente. A Bíblia declara que, por duas vezes, esse patriarca quase perdeu a esposa. Na primeira, quem se interessou por Sara foi Faraó, mas o Senhor feriu o rei do Egito e a sua casa com grandes pragas, e o governante egípcio, então, teve de devolvê-la ao amigo de Deus. Na segunda, em sonho, o Altíssimo disse a Abimeleque, rei de Gerar: Eis que morto és por causa da mulher que tomaste; porque ela está casada com marido (Gênesis 20.3b). O rei, apavorado, devolveu a esposa de Abraão e ainda deu muitos presentes ao servo do Senhor. Deus cumpriu e sempre cumprirá Sua promessa.
Pior foi o que ocorreu com Hamã, um dos maiorais do grande Império Persa. Pelo fato de Mardoqueu não se inclinar perante ele, Hamã deixou que seu coração se enchesse de ódio contra o povo de Deus, a ponto de decidir exterminar todos os judeus. Para isso, persuadiu o rei Assuero a emitir um decreto, marcando dia e mês para o genocídio dos filhos de Israel. O Senhor, porém, havia transmitido Sua Palavra a Abraão, Isaque e Jacó de que eles e seus descendentes iriam tê-lO como Deus. Por meios extraordinários, a judia Ester tornou-se a rainha da Pérsia. Então, como Deus é fiel, uma emenda foi aditada ao decreto, o qual não poderia ser revogado, e os judeus não foram mortos, mas vingaram seus inimigos. E quanto ao autor daquele projeto maquiavélico? Foi enforcado na mesma forca que mandara preparar para Mardoqueu (Ester 9.25).
Não é bom deixar nenhuma ameaça entrar em seu coração. Se o inimigo disser que destruirá você, sua família e todos os seus bens, nem sequer preste atenção a ele. Deus não deixará que isso aconteça. Em qualquer situação, o Senhor conforta, levanta o abatido, cura o enfermo e perdoa àquele que caiu em pecado.
Se o Deus fiel promete que irá livrá-lo do maligno, por que temer as ameaças do inferno?
Em Cristo, com amor,
R. R. Soares

segunda-feira, 5 de abril de 2010

CUIDADO PARA NÃO SE OMITIR

“Porque, se de todo te calares neste tempo, socorro e livramento doutra parte virá para os judeus, mas tu e a casa de teu pai perecereis; e quem sabe se para tal tempo como este chegaste a este reino?” (Ester 4.14).
Ester tremeu ao ser incumbida de falar com o rei Assuero sobre o plano de Hamã para aniquilar os judeus. Ela, que fora criada pelo primo Mardoqueu, ao se tornar rainha da Pérsia, colocou a preservação de sua vida ante a preservação da sua gente; no entanto, a palavra do primo foi decisiva para ela. Sempre é preciso que o Reino do Senhor esteja em primeiro lugar (Mateus 6.33). Os que perderem a oportunidade de serem usados por Deus perecerão, mas os que se derem a fazer a vontade dEle serão recompensados pelos séculos dos séculos.
A lei dos medos e persas não permitia que a rainha se chegasse diante do rei se não fosse convidada. Por isso, Ester temeu por sua vida ao ter de falar com o rei sobre a armadilha de Hamã. Humanamente, esse receio é até compreensível, mas, se ela se calasse, todos os judeus pereceriam, e a rainha teria incorrido em um pecado que custaria a sua felicidade eterna. Quantos estão agindo desse modo?
Deus tem meios extraordinários de fazer a Sua obra. Mardoqueu, ao descobrir o plano maligno idealizado pelo perverso Hamã, entendeu o porquê de Ester, mesmo sendo judia, assumir o trono daquele poderoso reino e, por extensão, ser uma pessoa-chave no projeto divino. Mas, de início, ela se preocupou mais em guardar sua vida do que a sua gente.
O primo compreendia que a ascensão de Ester tinha um propósito. Então, ao vê-la titubear, foi severo e a colocou frente a frente em uma decisão. Essa atitude nos ensina que, com relação aos assuntos divinos, não podemos escusar ninguém. Quem foi levantado pelo Senhor para fazer Sua vontade não pode deixar com que nada o impeça de cumpri-la.
Se não buscamos em primeiro lugar o Reino de Deus, ainda não pertencemos a Ele. Quem dera todos os filhos do Altíssimo entendessem esse ensinamento! Assim, a Igreja cumpriria sua missão em pouco tempo. O pior é que daremos conta a Deus acerca daquilo que omitirmos.
Além disso, os que perderem a oportunidade de serem usados pelo Senhor para o bem-estar do Seu povo e da Sua obra perecerão. Já os que se esforçarem para cumprirem a orientação divina serão recompensados eternamente.
Em Cristo, com amor,
R. R. Soares