COMO GANHAR DINHEIRO LENDO EMAIL

Ganhe dinheiro lendo e-mails! Trabalhe lendo e-mails, anúncios e ganhe dinheiro na internet! Cadastre-se agora através do meu convite!
http://www.e-clicky.net/herculano

terça-feira, 20 de março de 2012

DISCÍPULO

Leitura Bíblica: Lucas 14.25-33 Não tenho alegria maior do que ouvir que meus filhos estão andando na verdade (3 João 4). O prefeito de uma cidade projetou um novo prédio escolar. O início da construção foi rápido, mas a obra parou pela metade. faltou verba para continuar e assim ela ficou por vários anos, uma lembrança contínua de alguém que não pôde terminar. Você viu no texto um caso semelhante citado por Jesus para mostrar o que é preciso para ser seu discípulo. Prevendo que alguns na multidão que o seguia se enganassem, mostrou que apenas "aderir" a ele não torna ninguém seu discípulo. É preciso seguir Jesus a todo custo, renunciando aos seus próprios interesses por amor a ele. No versículo em destaque, o apóstolo João se alegrou que seus filhos na fé eram discípulos autênticos de Cristo, pois andavam na verdade da Palavra de Deus. Sem dúvida ele sabia de sabia de alguns que tomaram a decisão de seguir Jesus, mas não permaneceram com ele. Não mediram o custo de segui-lo. Você talvez conheça gente levada a decisões por emoção, pressão de amigos e falta de conhecimento da verdade. Talvez ignorassem que a verdade do que Deus diz é a base da fé em Cristo. "A fé vem por se ouvir a mensagem, e a mensagem é ouvida mediante a palavra de Cristo" (Romanos 10.17). Quem quiser seguir Jesus Cristo precisa renunciar a tudo que não seja a Verdade, que é Cristo mesmo: "Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida. Ninguém vem ao Pai a não ser por mim" (João 14.6), disse ele. Quem se convencer profundamente da verdade, enfrentará o custo de "tomar a sua cruz" - a renúncia total, como Jesus mesmo fez. Quem manda agora é Cristo, mesmo se custar a perda de amigos e a oposição de parentes. Um jovem indiano ouviu o evangelho e resolveu seguir a Cristo. Isto ofendeu seus pais, que o expulsaram de casa. Partiu com alguns pertences na sacola, confiando no Senhor. Foi protegido e abençoado, e escreveu um poema em que cada estrofe termina com a frase "Atrás não volto, não volto mais!". Autor: Teodoro Laskowski - Abbotsford - Canadá

quinta-feira, 15 de março de 2012

MÁS NOTÍCIAS

 Leitura Bíblica: Neemias 1.1-4

 Confessem os seus pecados uns aos outros e orem uns pelos outros para serem curados. A oração de um justo é poderosa e eficaz (Tiago 5.16). Neemias era copeiro do rei. Sua função era provar todas as bebidas e verificar se elas estavam envenenadas ou não. De certa forma, sua condição no palácio era estável e confortável. Porém, ele viveu dias dramáticos. Ao receber a notícia de que a cidade de Jerusalém estava destruída, seus muros derrubados e seus habitantes sofrendo, ele se sentiu impotente diante das circunstâncias. Para piorar ainda mais a situação, ele não podia expressar a sua tristeza, pois qualquer sinal no seu rosto poderia deixar o rei desconfiado. Mas ele não conseguiu esconder seus sentimentos (Neemias 2.1-2). Não é difícil contextualizar o drama vivido por Neemias. Basta olhar ao redor, ler as notícias ou ligar a televisão para enxergarmos lares destruídos, crianças abandonadas, desastres, guerras, pessoas desesperadas que não sabem como lidar com o futuro incerto. A notícia da situação caótica em Jerusalém fez com que Neemias desabasse não em desespero, mas em oração e jejum diante de Deus. Ouvir más notícias tem sido uma realidade constante, ainda mais com o avanço tecnológico - em poucos segundos, os fatos são divulgados no mundo inteiro. Se não estivermos centrados no amor de Deus, corremos o risco de nos tornarmos insensíveis diante de tantas tragédias. Neemias não ficou indiferente à situação deplorável de seu povo. Depois de se recuperar do choque inicial, ele orou implorando a intervenção divina e expressou o desejo de ajudar na reconstrução da cidade. Infelizmente, na maioria das vezes, ficamos tão dominados pela imensidão dos problemas que nos esquecemos de olhar para a grandeza de Deus, e dessa forma o consideramos pequeno e frágil. E o que nós podemos fazer para ajudar quem precisa? Assim como Neemias, devemos buscar ao Senhor e fazer o que estiver ao nosso alcance.

 Autor: Juliana Scheibner Dellafavera - Augusto Pestana - RS

quarta-feira, 14 de março de 2012

CONSTÂNCIA





- Leitura Bíblica: Deuteronõmio 7.7-11
Tua fidelidade é constante por todas as gerações (Salmo 119.90)
Entre outras ‘i.erdades que Moisés quis assinalar antes que o po’.o de Israel entrasse na Terra Prometida, uma foi que Deus é fiel. No texto encontramos essa ênfase: “...o seu Deus é Deus; ele é o Deus fiel” (v.9). Podem confiar, pois é fiel! Sendo perfeito, não pode cilar. Seu poder nunca muda com os altos e baixos da expenência humana. Ele atua até o fim, seguindo o que determinou para este mundo e as nações. Sua fidelidade é inaná.el, como diz o salmista no texto em destaque. Re.ela constância de ser e agir, algo tão admirado por nós seres falhas e fracos.
Até cnancinhas bem pequenas exigem essa qualidade, com o seu senso inato de justiça. Basta obserar como reclamam quando percebem diferenças de tratamento de um momento para outro ou entre irmãos e colegas. Exigem a igualdade perfeita e todas as ezes, sem exceção! Constância absoluta’ Deus age com essa fidelidade por todas as gerações da humanidade; é sempre confiá.el, tal como destacou Tiago em sua carta na Bíblia:
“. ..que não muda como sombras inconstantes” (Tiago
1.17).
Deus deseja que seus filhos exibam a mesma qualidade nas suas relações no casamento, no trato no lar, na prestação de serços e no trabalho da igreja. Reconhece que tal constância é humanamente impossíel por causa da natureza degenerada herdada de Adão. As exigências de sua lei ressaltam que tal procedimento é possíel somente pelo poder da graça de Deus. Moisés wia em comunhão com Deus e foi fiel em tudo o que fazia, seu exemplo apontando para Cnsto, que foi fiel sobre a casa de Deus (Hebreus 3.6). Jesus, o filho de Deus, era homem também e se mantinha firme e constante pela sua dedicação à oração a seu Pai. A ele podemos sempre dar graças, pois “nos dá a ‘Átória por meio de nosso Senhor Jesus Cnsto” (1 Coríntios 15.57).Aproeite e ore agora mesmo1
Autor: Teodoro Laskowski
- Abbotsford - Canadá



segunda-feira, 12 de março de 2012

GRAÇA


 Leitura Bíblica: 1 Timóteo 1.12-17
 
Esta afirmação é fiel e digna de toda aceitação: Cristo Jesus veio ao mundo para salvar os pecadores, dos quais eu sou o pior (1 Timóteo 1.15).
 
O pastor Waldomiro Mota, ex-missionário batista na Bolívia e depois pastor da Primeira Igreja Batista de São Caetano do Sul, no ABC paulista, narra o seguinte episódio:

Certo dia ouviu comentários de que haveria no meio da sua congregação um ex-participante do bando do facínora Lampião. Após saber quem era, esperou uma oportunidade de abordá-lo. Certa manhã deu com ele numa das ruas da cidade. Após cumprimentos, perguntou-lhe: "Irmão, qual foi sua experiência daqueles dias?". O outro ficou lívido. Sentou-se de cócoras, escondeu o rosto entre os braços e murmurou: "Pastor, me perdoe, mas jamais me faça essa pergunta de novo. Foram dias tão horrorosos que só de lembrá-los me sinto mal, e para quem ouvir a história serão dias seguidos de impacto negativo". O pastor Waldomiro desculpou-se.

No verso 13 da leitura bíblica de hoje, Paulo enumera em resumo o que ele fora antes de conhecer Cristo. Blasfemo, perseguidor, opressor. Eis o relato do que eu fui, diz ele.

Quem nasceu em um lar no qual o evangelho é conhecido e praticado, não costuma ter essa visão de si mesmo e, em razão disso, tende a ter uma noção menos elevada da graça divina e da necessidade que tem dela. Entre os encontros que Jesus teve em sua vida terrena está um com um jovem rico que se afasta triste. Outro é o da mulher samaritana que se retira explodindo de alegria. O jovem via-se como santo; a samaritana, como grande pecadora. Costumamos medir os homens pelo que fazem; não pelo o que são. Eis onde reside o perigo. Nascemos pecadores. Nascemos perdidos. Nascemos em conflito com Deus. Nascemos "em Adão". Nesse estado, somos todos iguais perante Deus - perdidos. Todavia, quanto mais profunda for a visão que tivermos dessa nossa condição, tanto mais gloriosa será para nós a graça de Deus, que restaura em nós a vida para a qual Deus nos criou.
 
Autor: Manoel de Jesus Thé - São Paulo - SP

NÃO COMETA O MESMO ERRO!



E foi o SENHOR com Judá, e despovoou as montanhas; porém não expeliu os moradores do vale, porquanto tinham carros de ferro.

Juízes 1.19

Diversas vezes, o povo de Deus ouviu que do Senhor era a guerra. Josué deu a obra por concluída, quando, na realidade, ainda havia muita terra por conquistar. Se o Todo-Poderoso era com Judá, o que impediu aquele povo de cumprir a ordem por completo? Não deixe de obedecer a tudo o que lhe foi mandado. Os carros de ferro, ou qualquer outro progresso da humanidade, não devem ser obstáculos para quem tem fé. Portanto, esforce-se para não cometer os mesmos erros ou piores.

Os habitantes de Judá sabiam de cor e salteado que o Senhor era Varão de guerra. Se Deus estava com eles, por que não fizeram toda a obra? No entanto, antes de condenarmos os líderes à frente do povo de Deus, a tribo do Louvor e toda a nação, examinemos: é provável que estejamos cometendo o mesmo erro – o de deixarmos de combater o bom combate (2 Tm 4.7). Porém, isso não pode ocorrer; afinal, muitos membros de nossa família ainda não provaram o novo nascimento.

Se havia ainda muita terra a ser conquistada, por que Josué deu a obra por encerrada? Fazendo um paralelo com a nossa vida, por que não jejuamos mais, não participamos das reuniões de oração, não nos esforçamos na fé como fazíamos no passado? Será que Deus não tem mais nada a realizar em nós? Por que o mundanismo tem tomado conta de muitos cristãos? Quantos se têm dado às mais baixas práticas? Não seria isso obra do demônio?

Se Deus era, de fato, com Judá, o que o impediu de cumprir o mandamento integralmente? Certamente, esse é o mesmo sentimento que toma conta de muitos cristãos quando envelhecem na fé. Calebe afirmou que, apesar dos seus 85 anos, sua força não havia mudado (Js 14.10). Onde estão aqueles que, um dia, creram no Senhor e fizeram prodígios? Sem dúvida, temos vivido como religiosos e pecadores.

O maior erro que alguém pode cometer é não cumprir o que lhe foi mandado. Então, com isso, o diabo se instala no coração desobediente, e tal pessoa se torna carnal e corrompida moral e espiritualmente. O sinal da queda se dá, por exemplo, pela roupa que ela começa a usar, pelo apego aos bens deste mundo e por seu desinteresse pela consagração de sua vida. Então, o altar do Senhor transforma-se em um lugar de pavor, e não de amor.

Qual foi a razão de o povo de Judá ter deixado os carros de ferro enchê-lo de medo? Por que permitimos que leis ou ameaças dos homens nos apavorem? Onde estão os “Paulos” e “Silas”, que não têm medo de ser chicoteados em praça pública nem de louvar o Senhor no cárcere? A celebração deles provocou um terremoto na cadeia, e o carcereiro e sua família foram salvos (At 16.31).

Quantos têm aprendido, pela firmeza de sua fé, que vale a pena obedecer a Deus? O que sua família diz sobre seu procedimento na fé? Que conceito seu cônjuge faz da sua vida? Cuidado com suas atitudes, pois, sem perceber, você pode estar cometendo o mesmo erro de Judá, e isso, definitivamente, não agrada a Deus. Confie no Altíssimo e conclua a obra que Ele lhe confiou!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

quinta-feira, 8 de março de 2012

FRÁGIL?


Leitura Bíblica: Lucas 8.1-3
 
Muitas mulheres estavam ali, observando de longe. Elas haviam seguido Jesus desde a Galileia, para o servir (Mateus 27.55).
 
Sempre me impressiona a capacidade que mulheres tem de negar-se a si mesmas e de servir a seus semelhantes. Vejo isso em mães, irmãs, professoras, líderes de departamentos de igrejas, esposas, etc., enfim, em mulheres que se dedicam ao bem estar daqueles que lhes estão ao alcance. Pessoas que, em matéria de servir, longe de merecerem ser classificadas como sexo "frágil", apesar da fragilidade física que possam apresentar, podem ser descritas como verdadeiras guerreiras.

O texto desta meditação, que faz parte dos relatos da crucificação de Jesus, chama nossa atenção para pontos importantes a respeito da atuação dessas heroínas. Ele destaca que havia muitas mulheres acompanhando Jesus naquele momento trágico. Algumas, inclusive, se achegaram tão perto da cruz que ouviram suas últimas palavras (João 19.25-27). Mostra ainda que elas não estavam ali por acaso, mas vinham acompanhando o Mestre desde a Galileia, numa viagem difícil e perigosa. E mais, para mim o ponto principal, elas não foram a Jerusalém a passeio ou turismo religioso, para, quem sabe, apreciar as belezas da Cidade Santa. Não, elas estavam lá para servir Jesus em suas necessidades, o que faziam de muitas maneiras, assim como já haviam feito em outras viagens dele. como lemos hoje. Elas estavam dispostas a servi-lo até mesmo após a sua morte, pois arrumaram forças, não sabemos como, para acompanhar o sepultamento e, ainda, preparar especiarias para ungir o corpo sem vida do Salvador (Lucas 23.55-56).

Com certeza, a força do sexo nada frágil se evidencia em mulheres como estas que dedicam suas vidas no serviço a Jesus e ao próximo. Olhemos para elas com gratidão e aprendamos as lições que nos ensinam por meio de suas ações. Acima de tudo, lembremo-nos que o amor a Jesus e ao próximo demonstrado por elas é um bom exemplo que todos devemos seguir.
 
Autor: Antonio Renato Gusso - Curitiba - PR

A Maravilhosa Proteção dos Anjos de Deus


Imprimir


 
Deus promete aos seus santos proteção nos tempos difíceis, promessas essas que precisamos ter em nossos corações durante os dias atuais.
Procuramos mantê-lo informado e preparado para a ocultista Nova Ordem Mundial, o reinado do Anticristo. Muitos de vocês começaram a ver um mundo que não sabiam que existia; entretanto, Deus sabe, ele vê nossa deplorável condição nacional, e está muito irado. Logicamente, sabemos que a ira de Deus contra o pecado, e especialmente contra o pecado praticado de forma proposital pelos indivíduos da nação que experimentou a maior luz espiritual na história, leva direto ao julgamento. Como disse certa vez um líder cristão,"Se Deus não nos julgar, precisará pedir desculpas à população de Sodoma e Gomorra no Dia do Juízo Final."
As cartas e os comentários demonstram que muitos de vocês puderam aplicar em suas vidas os conceitos e princípios que compartilhamos em nossos artigos, protegendo suas almas e as dos seus preciosos filhos das garras de Satanás. Também temos visto pessoas reagirem às nossas mensagens, procurando com maior interesse viver uma vida de santidade, o que leva a um maior comprometimento com Jesus Cristo. Esses são os objetivos específicos do nosso ministério.
 
Entretanto, estamos preocupados que compartilhamos tantos aspectos negativos com relação ao estado da nossa civilização que alguns de vocês podem pensar que vivemos vidas muito negativas, vazias de alegria na caminhada cristã. Hoje, compartilharemos com vocês a alegria fundamental que possuímos por sermos sustentados e capacitados pelo Espírito Santo.
 
Vamos iniciar com uma verificação da realidade sobre o ponto em que o mundo parece estar na história mundial. Em Mateus 24, Jesus Cristo nos deu muitos sinais pelos quais podemos saber que estamos vivendo nos últimos dias; no verso 34, ele disse que quando todos esses sinais estiverem ocorrendo simultaneamente em todo o mundo, e após Israelter voltado para sua terra, saberíamos que sua Segunda Vinda está muito próxima. Estamos atualmente nesse ponto na história mundial. Em seguida, precisamos considerar o lado satânico da presente equação. Os espíritos-guia demoníacos estão dizendo aos líderes da Nova Ordem Mundial que chegou a hora de o mundo finalmente entrar na Nova Erade paz e segurança, assegurada pelo Cristo deles.
 
Todas essas informações nos trazem aos escritos profundos do Pregador de Eclesiastes 3:1-8"Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu. Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou; tempo de matar, e tempo de curar; tempo de derrubar, e tempo de edificar; tempo de chorar, e tempo de rir; tempo de prantear, e tempo de dançar; tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras; tempo de abraçar, e tempo de afastar-se de abraçar; tempo de buscar, e tempo de perder; tempo de guardar, e tempo de lançar fora; tempo de rasgar, e tempo de coser; tempo da estar calado, e tempo de falar, tempo de amar, e tempo de odiar; tempo de guerra, e tempo de paz." Qual é o tempo histórico e espiritual hoje?
 
Acredito que seja tempo de nos prepararmos sobriamente para o Arrebatamento da Igreja. É tempo para todo crente limpar seu coração diante de Deus, reconhecendo aquilo que não o agrada, pedindo perdão por meio do sangue de Jesus Cristo e fazendo restituição onde for necessário. É tempo de os cristãos nascidos de novo orarem pelos não-salvos deste mundo, e testemunhar com intrepidez para que eles também possam ser alcançados e salvos.
 
Entretanto, uma vez que tenhamos feito isso em nossas vidas, é hora de descansarmos na providência e nas promessas de Deus. Se tomarmos essa atitude, sentiremos um imenso amor e paz na alma. Vamos revisar algumas dessas maravilhosas promessas de Deus para nós.
 
Em Salmos 118:8, a Bíblia diz, "É melhor confiar no SENHOR do que confiar nos homens." Essa Escritura é literalmente o tema de toda a Bíblia. Ela fala da absoluta soberania de Deus sobre as vidas e os negócios deste mundo. O apóstolo Pedro diz a mesma verdade em 1 Pedro 5:7"Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós." Que verdade tremenda e confortadora! Como Deus controla os líderes das nações e como é absolutamente soberano, podemos lançar todas nossas ansiedades e preocupações em suas mãos; literalmente, podemos nos desfazer de nossos fardos e permitir que Deus tome conta deles. Que psicologia maravilhosa é essa; que liberação maravilhosa das tensões e do estresse!
 
No entanto, Deus continua a falar sobre seu desejo e capacidade de cuidar dos seus santos. Em Mateus 6:25-34, Jesus nos diz "Buscai em primeiro lugar o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas." Deus também diz emHebreus 13:5b"Não te deixarei, nem te desampararei." Nesse verso, Deus diz claramente que nunca, nunca, nunca nos deixará sem suporte, ou deixará de cuidar de nós. Não precisamos nos preocupar sobre como viveremos, o que comeremos e nos preocupar com as necessidades da vida; Deus fará que tenhamos todas essas coisas.
 
O autor de Hebreus conclui, no verso 13:6"E assim com confiança ousemos dizer: O Senhor é meu ajudador, e não temerei o que me possa fazer o homem."Realmente, o que o homem pode fazer contra nós? Da maneira como vejo, o homem pode fazer somente algumas poucas coisas:
1. O homem pode nos perseguir. No entanto, não devemos temer isso, porque quando somos perseguidos, amadurecemos de uma forma especial. Tiago 1:2-4 diz, "Meus irmãos, tende grande gozo quando cairdes em várias tentações; sabendo que a prova da vossa fé opera a paciência. Tenha, porém, a paciência a sua obra perfeita, para que sejais perfeitos e completos, sem faltar em coisa alguma."
 
A perseguição fornece ao crente fiel recompensas tão grandes e especiais que devemos agradecer a Deus por sermos considerados dignos de sofrer por ele.
 
2. O homem pode nos lançar na prisão. Um crente somente é recompensado quando é encarcerado injustamente. Muitos, muitos crentes ao longo da história, desde o início do cristianismo, foram lançados na prisão por causa de sua fé. Eles não somente perseveraram, mas prosperaram espiritualmente. Muitas pessoas foram alcançadas para o evangelho dentro das paredes das prisões. Paulo informou o fenômeno que seu encarceramento tinha fortalecido consideravelmente os cristãos que estavam em liberdade.
 
3. O homem pode matar nosso corpo físico. Jesus nos disse para não temermos aqueles que nos ameaçam com morte física, "E não temais os que matam o corpo, e não podem matar a alma; temei antes aquele que pode fazer perecer no inferno a alma e o corpo." [Mateus 10:28] O martírio físico dos santos de Deus sempre serviu como catalisador para o crescimento da igreja. Deus literalmente transforma o mal que os ímpios fazem contra os cristãos para o nosso bem, isto é, em recompensas celestiais pela fidelidade demonstrada. Imediatamente após a morte, o cristão entra no Paraíso, para ser confortado do seio de Jesus Cristo.
Assim, se os cristãos não temem a perseguição, o cárcere, ou a morte física, não temos razão para não estarmos descansados e felizes em nossa segurança em Jesus Cristo. Podemos literalmente gozar cada dia que Deus nos dá. Podemos literalmente enfrentar os juízos que virão em breve sobre todo o mundo com gozo e alegria pessoal. Uma vez que cheguei ao ponto em que aceitei esses juízos como parte da vontade de Deus, senti uma plenitude singular do Espírito Santo, que continua a cada dia. Desfruto diariamente dessa doce comunhão com meu Senhor e Salvador Jesus Cristo. Olhando para os eventos que estão se desdobrando diante dos meus olhos, alegro-me com a realidade que oArrebatamento da Igreja esteja tão próximo. Muito em breve, contemplarei a face de meu Senhor e Salvador. Estou entristecido com todo o pecado que me rodeia e lamento pelas almas preciosas que estão rejeitando a Jesus Cristo, especialmente os familiares não-salvos, mas estou pessoalmente confortado pela fé inabalável que meu nome está escrito no Livro da Vida do Cordeiro. Posso dizer, como Jó, "... ainda que ele me mate, nele esperarei." [Jó 13:15]
 
Literalmente, a Nova Ordem Mundial é a Grande Tribulação, um período sem precedentes de convulsões, guerras, fomes e o juízo final de Deus. Como estamos tão próximos desses eventos, podemos ver o início dessas profecias. No entanto, Deus tem algumas coisas muito específicas a dizer sobre sua provisão aos seus santos durante os tempos de julgamento:
1. "Em seis angústias de livrará; e na sétima o mal não te tocará. Na fome te livrará da morte; e na guerra , da violência da espada. Do açoite da língua estarás encoberto; e não temerás a assolação quando vier. Da assolação e da fome te rirás, e os animais da terra não temerás." [Jó 5:19-22]
 
Embora pareça estranho rir da fome e da guerra, Deus está dizendo que o conforto do seuSanto Espírito será tão grande e completo, que reagiremos dessa forma.
 
2. "O anjo do SENHOR acampa-se ao redor dos que o temem, e os livra.... Os justos clamam, e o SENHOR os ouve, e os livra de todas as suas angústias."[Salmos 34:7,17]
 
Observe a palavra todas. Nós, que confiamos no Senhor Jesus Cristo para nossa sobrevivência física e para nossa salvação eterna, estamos protegidos pelo anjo do Senhor, e receberemos livramento em todas as aflições e males.
 
3. Isaías 44:8"Não vos assombreis, nem temais... ". Deus deu essa certeza ao profeta Isaías imediatamente antes do juízo começar a ser derramado sobre Israel. Quão é bom servir a um Deus maravilhoso assim!
 
Portanto, como sabemos todas essas coisas, devemos estar ativos e confiantes no serviço deJesus Cristo. Paulo nos diz em 2 Coríntios 10:4"Porque as armas da nossa milícia não são carnais, mas sim poderosas em Deus para a destruição de fortalezas."Não se engane, a guerra diária em que estamos envolvidos é espiritual. Precisamos das armas espirituais de Deus, a cada segundo de todos os dias. Quais são essas armas espirituais? Paulo nos diz em Efésios 6:10-11"No demais, irmãos meus, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder. Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do Diabo."
 
Em outras palavras, após treinamento diligente para obter e usar as armas espirituais que Deus nos oferece, precisamos permanecer firmes e lutar; nenhum cristão deve virar as costas e sair correndo quando vir a batalha se aproximando.
 
Em seguida, Paulo nos diz quais são as armas espirituais que Deus nos oferece:
Cingir os lombos com a verdade
Vestir a couraça da justiça
Calçar os pés na preparação do evangelho da paz
Tomar o escudo da fé salvadora, com o qual poderemos apagar os dardos inflamados do Maligno
Tomar o capacete da salvação, isto é, a certeza da salvação
Portar a espada do espírito, que é a Palavra de Deus
Orar constantemente
 
Paulo conclui no verso 18b"e vigiando nisto com toda a perseverança e súplica por todos os santos." Esteja alerta e prevenido.
 
Vejamos agora uma das mais tremendas porções das Escrituras que nos asseguram a providência de Deus durante um tempo de dificuldades e convulsões sem precedentes. Vamos examinar o Salmo 91, que os sacerdotes judeus liam sempre que precisavam expulsar demônios no Templo ou em algum outro lugar. Leio esse salmo diariamente e o encorajo a fazer o mesmo.
 
Versos 1 e 2 - Deus apresenta suas condições para o tipo de pessoa a quem dará essa maravilhosa proteção. "Aquele que habita no escoderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará. Direi do SENHOR: Ele é meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nele confiarei." Aquele que vive em obediência diante de Jesus Cristo, e confessa seus pecados diante dele, pode ter a confiança que habita nesse esconderijo de proteção do Altíssimo.
 
Verso 3 - "Porque ele te livrará do laço do passarinheiro e da peste perniciosa."Todo o plano de enganação por parte do Anticristo é um laço do qual Deus promete nos livrar, como Jesus prometeu em Mateus 24. Além disso, Apocalipse 6:8 e Lucas 21:11predizem uma quantidade absurda de mortes por pestilências. Deus aqui nos promete livramento desse tipo de doenças.
 
Verso 4 - "Ele te cobrirá com as suas penas e debaixo das suas asas te confiarás; a sua verdade será o teu escudo e broquel." A maioria dos cristãos liberais está hoje tentando estupidamente negar as muitas verdades do maravilhoso evangelho de Jesus Cristo, esquecendo-se que essa verdade é "escudo e broquel" destinada a nos proteger dos ataques espirituais do Maligno.
 
Versos 5 e 6 - "Não terás medo do terror de noite, nem da seta que voa de dia, nem da peste que anda na escuridão, nem da mortandade que assola ao meio-dia." Novamente, essa promessa de Deus parece falar de forma específica sobre os juízos no final dos tempos. Recebemos a promessa que não precisamos temer esses terríveis agentes de destruição e de morte porque Deus nos protegerá. O próximo verso diz exatamente como a proteção de Deus será completa.
 
Verso 7 - "Mil cairão ao teu lado, e dez mil à tua direita, mas não chegará a ti. Somente com os teus olhos contemplarás, e verás a recompensa dos ímpios."
 
Você pode imaginar a cena? Deus promete que seremos protegidos, embora mil pessoas possam cair mortas ao nosso lado esquerdo e dez mil ao direito. Que promessa! Que cena terrível de imaginar, parece cena de cinema! Novamente, esses tipos de cenas de morte e de destruição parecem ser referentes às profecias do final dos tempos, os tempos em que estamos vivendo atualmente. Podemos descansar nas promessas de livramento de Deus embora toda a nossa comunidade esteja caindo morta ao nosso redor. Que livramento! Que Deus glorioso!
 
Adicionalmente, Deus nos diz que testemunharemos a recompensa dos ímpios. Essa promesa me faz lembrar da cena em que ele nos promete testemunhar seu julgamento sobre Satanás. Considere a promessa de Deus: "Os que te virem [Satanás] te contemplarão, e dirão: É este o homem que fazia estremecer a terra e que fazia tremer os reinos?" [Isaías 14:16]
 
Depois, no reino eterno final, Deus nos diz que veremos os ímpios em seus tormentos: "E será que desde uma lua nova até à outra, e desde um sábado até ao outro, virá toda a carne a adorar perante mim, diz o SENHOR. E sairão, e verão os cadáveres dos homens que prevaricaram contra mim; porque o seu verme nunca morrerá, nem o seu fogo se apagará; e serão um horror a toda a carne."[Isaías 66:23-24]
 
Sabemos com certeza que Deus está falando do Inferno eterno, pois Jesus disse, "E, se o teu olho te escandalizar, lança-o fora; melhor é para ti entrares no reino de Deus com um só olho do que, tendo dois olhos, seres lançado no fogo do inferno, onde o seu bicho não morre, e o fogo nunca se apaga." [Marcos 9:47-48]
 
Seremos testemunhas da recompensa eterna dos ímpios, exatamente como Deus promete que veremos a destruição deles ocorrer na terra, à nossa esquerda e à direita.
 
Verso 9 - "Nenhum mal te sucederá, nem praga alguma chegará à tua tenda."
 
Esse verso é um dos mais preciosos de toda a Bíblia! Deus está prometendo que impedirá que qualquer mal proveniente de Satanás chegue perto da habitação daquele que colocou sua confiança em Deus e em sua providência. Alguns pregadores dizem, muito corretamente, que Satanás não pode tocar nos salvos de Deus, a não ser que Deus lhe dê uma permissão específica para isso. Esse é um dos versículos que fundamentam essa crença.
 
Deus protegeu de forma similar seu servo Jó. Em Jó 1:10, Satanás admite, "Porventura tu não o cercaste de sebe, a ele, e a sua casa, e a tudo quanto tem? A obra de suas mãos abençoaste e o seu gado se tem aumentado na terra." Satanás reconheceu que Deus erguera um escudo de proteção em volta de Jó, de sua família, de sua habitação e de todas as suas propriedades. Sabemos que Deus permitiu a Satanás tocar em tudo o que Jó possuia, exceto em sua vida, para provar que Jó amava a Deus mais do que sua própria vida e mais do que aos bens materiais. Durante a tempestade que caiu sobre Jó, ele disse, "Ainda que ele [Deus] me mate, nele esperarei." [Jó 13:15]
 
Jó declarou aos seus amigos que sabia que Deus o estava testando, que Deus estava usando aqueles caminhos tortuosos para produzir um mudança maravilhosa em seu caráter. Jó disse, "Porém ele sabe o meu caminho; provando-me ele, sairei como ouro."[Jó 23:10]
 
No final de sua provação, Jó descobriu uma nova visão espiritual de Deus e de sua maravilhosa providência. Ele declarou, "Com o ouvir dos meus ouvidos ouvi, mas agora te vêem os meus olhos." [Jó 42:5]. Deus ouviu Jó e a Bíblia declara que "o Senhor abençoou o último estado de Jó, mais do que o primeiro... Então morreu Jó, velho e farto de dias." [Jó 42:17] O termo "farto de dias" significa que ele morreu satisfeito com sua vida.
 
Vamos retornar ao Salmo 91, em que aprendemos exatamente como Deus coloca um escudo de proteção em redor dos seus amados. 
 
Versos 11-12 - "Porque aos seus anjos dará ordem a teu respeito, para te guardarem em todos os teus caminhos. Eles te sustentarão nas suas mãos, para que não tropeces com teu pé em pedra."
 
O autor da epístola aos Hebreus diz que Deus provê um anjo ministrador a todos aqueles que são salvos. Veja: "Não são porventura todos eles espíritos ministradores enviados para servir a favor daqueles que hão de herdar a salvação?" [Hebreus 1:14]
 
Muitas pessoas acreditam na existência dos anjos da guarda, mas fazem isso com uma base que não é bíblica. Programas de televisão como "Tocado Por um Anjo", servem apenas para enganar espiritualmente as pessoas, porque neles, a proteção e o livramento angélico não tem nada que ver com a salvação, ou com Jesus Cristo. Esse tipo de programa mostra, incorretamente, que as pessoas boas e sinceras vão para o céu, e nunca menciona a doutrina bíblica que somente aqueles que nascem de novo por meio de Jesus Cristo é que poderão entrar nos céus.
 
Deus promete que os anjos guardiães oferecerão uma proteção tão completa que impedirão até que um dos salvos sofra algum ferimento, como "tropeçar o pé em alguma pedra."Acredito que Frank Peretti esteja mais correto do que errado em sua descrição da guerra espiritual dos anjos em favor dos santos de Deus contra as forças demoníacas do mal em seus livros, como "Este Mundo Tenebroso". Não concordo com algumas das posições de Peretti, nem com algumas de suas doutrinas, mas sua descrição da guerra espiritual entre os anjos de Deus e os demônios é muito boa.
 
Satanás utilizou de forma incorreta esse verso maravilhoso da Palavra de Deus em Lucas 4:10, quando tentou fazer Jesus Cristo pecar. Ele disse a Jesus Cristo para se lançar do pináculo do templo para "provar" que era realmente o Filho de Deus. Jesus não negou que os anjos o impediriam de matar seu corpo humano, mas repreendeu Satanás por tentar usar as Escrituras para propósitos vãos. Deus não quer que seus santos dependam de forma tola da proteção dos seus anjos, nem quer que tentem "provar" Deus fazendo alguma coisa realmente estúpida, forçando os anjos a virem em seu socorro. Jesus respondeu a Satanás:"Não tentarás o Senhor teu Deus", citando Deuteronômio 6:16.
 
Verso 13 - "Pisarás o leão e a cobra; calcarás aos pés o filho do leão e a serpente." Deus promete que, como fizemos dele nosso refúgio, e habitamos no seu esconderijo, podemos enfrentar as mais terríveis situações, com confiança na vitória final. Nos tempos bíblicos, os santos de Deus enfrentaram perigos terríveis, desde serem devorados por feras famintas a serem picados por serpentes peçonhentas. Deus promete proteção.
 
Versos 14-16 - "Porquanto tão encarecidamente me amou, também eu o livrarei; pô-lo-ei em retiro alto, porque conheceu o meu nome. Ele me invocará, e eu lhe responderei; estarei com ele na angústia; dela o retirarei, e o glorificarei. Fartá-lo-ei com longura de dias, e lhes mostrarei a minha salvação."
 
Nesses três versos, Deus promete oito vezes que estará com seus santos quando eles mais precisarem, desde que estejam habitando no seu esconderijo e o tenham como seu refúgio.
 
Portanto, quando os eventos do dia nos sobrepujarem, podemos encontrar consolação na proteção de Deus. Quando os eventos profetizados e planejados do final dos tempos começarem a explodir ao nosso redor, podemos descansar na proteção de Deus.
Podemos encontar descanso no "refúgio secreto" de Deus, ecoando novamente as confiantes palavras proferidas em Jó 5:19-22"Em seis angústias te livrará; e na sétima o mal não te tocará. Na fome te livrará da morte; e na guerra, da violência da espada. Do açoite da língua estarás encoberto; e não temerás a assolação, quando vier."
 
Deus é tão bom! Estejamos nós enfrentando as dificuldades da vida cotidiana ou as terríveis crises que precederão o aparecimento do Anticristo, somos encorajados a buscar descanso no refúgio secreto de Deus. Jesus nos protege ali.
 
Tradução:  Jeremias R D P dos Santos